Meditação – FAQ


Ele conseguia.

O que é meditação?
Meditação é a arte de ficar quieto, em silêncio e parado por tempo suficiente para você perceber que está fazendo algo diferente daquilo que costuma fazer.

Como se pratica?
A meditação pode ser assim resumida: sentar-se no chão com a coluna reta e permanecer parado nesta posição por pelo menos 30 minutos, respirando conscientemente e em silêncio. Os primeiros 10 minutos serão difíceis. Haverá dor nos joelhos e na região lombar; a respiração ficará forçada, talvez você fique ofegante. Se conseguir encontrar algum conforto nos minutos seguintes, você poderá sentir sono e o equilíbrio será compensado com mais tensão na coluna, o que novamente causará dor. Ao término dos 30 minutos você terá a certeza de que perdeu seu tempo.

Eu posso meditar caminhando?
Sim, você pode. Você também pode meditar fazendo faxina, desossando um frango ou trocando um pneu. Existe a meditação radical, que consiste em meditar enquanto se salta de pára-quedas ou de bungee-jump. Em Nova York, nos anos 80, a punk meditation mesclava Ramones e meditação transcendental. Se você conseguir meditar com uma dessas técnicas, me conte.

No que devo pensar enquanto medito?
Depende do seu objetivo. Se você, como eu, medita para ficar rico, é adequado pensar nos números da próxima mega-sena. Se você pretende libertar seu eu-interior (por mais que o seu eu-exterior seja livre, leve, solto e cheio de lantejoulas), imagine-se num colégio interno preparando uma pegadinha para a madre superiora. Se você medita com a intenção de tornar-se mais calmo e controlado, visualize seu eu-exterior tomando uma colher de maracugina. Mas o ideal é pensar em qualquer coisa. Meditação a la carte.

Deve haver alguma preparação para meditar?
Sim. Evite comer feijoada antes de meditar. Alguns mestres dizem que também não é bom meditar logo após roubar um carro, executar o salto duplo twist carpado ou virar concreto.

Quais técnicas de respiração devo utilizar?
Existe uma técnica antiqüíssima, que já era utilizada pelo tataravô de Lao Tzu. Consiste em deixar o ar chegar até os pulmões através das narinas; quando sentir que os pulmões estão cheios, relaxe-os para o ar sair de volta. Faça isso durante toda a meditação. Talvez você queira fazer isso também antes e depois da meditação; fique à vontade.

Posso ouvir música durante a meditação?
Não. Mas se for absolutamente necessário, comece com “A lua me traiu”, da Banda Calypso, avance para a Chaconne da Partita nº2 para violino, de Bach, e depois retorne para “A lua me traiu”.

Como deve ser o espaço para meditar?
Silencioso, confortável e arejado. Você não precisará de uma cama de pregos ou de um colchão de água. Muito conforto fará você dormir. Pouco conforto fará você amaldiçoar quem lhe falou sobre meditação pela primeira vez. Evite estádios de futebol em dia de final, acampamentos do MST e corredores de hospitais públicos.

O isolamento é fundamental?
Sim. Apenas evite fechar-se no armário para meditar. Se você é líder sindical e seus companheiros insistem em lhe perguntar sobre o texto daquela faixa justamente no momento em que você começa a entoar o “om”, você deve ser claro e objetivo ao explicar a importância de não ser incomodado. Se você é tão importante e necessário que não possa se ausentar deste mundo trinta minutos por dia, talvez a meditação não seja para você.

Devo entoar mantras?
Não. Se você pretende ouvir Bach e a Banda Calypso (v. supra), não há por que entoar mantras, nem espaço para tal. Mas se mesmo assim, com ou sem música, você quer entoar um mantra, repita rapidamente e várias vezes a escalação da seleção brasileira da Copa do Mundo de 1966. Outro mantra clássico (Iyengar, 1943) é “Três tigres tristes para três pratos de trigo. Três pratos de trigo para três tigres tristes”, que deve ser entoado lentamente, com a voz mais gutural possível.

Comprei um CD para meditação, tudo bem?
Sim, desde que você não o use.

Tem um livro de meditação que…
…fez você morrer de rir?

Devo fazer algum movimento?
A despeito do que se disse no início deste FAQ, é possível, sim, fazer movimentos durante a meditação. A forma clássica determina que se permaneça parado o tempo todo, mas técnicas modernas (Rajneesh, 1980) incluem tapas na própria cara, escarrar e/ou cutucar o umbigo.

E depois?
Sei lá.

Se você não sentiu a abertura de seu kundalini, não há problemas. Pratique diariamente. Atenha-se ao que foi dito no início deste FAQ. Meditar significa apenas ficar quieto, parado, em silêncio. Existem livros e mais livros sobre o assunto, mas a essência é uma só: prática. Você pode experimentar variações, você pode acrescentar o que quiser. Você pode acender incensos ou banhar-se de Chanel nº5. Mas o fundamental é permanecer quieto, parado, em silêncio, durante um tempo suficiente para você perceber que isso mudou sua rotina. O resto é invenção e desculpa para quem não quer meditar mas quer poder dizer para os amigos que está meditando e que isto está sendo uma experiência extraordinária.

Anúncios

5 thoughts on “Meditação – FAQ

  1. Faltou a prática que te dá todos os poderes: ao invés do mala ( não confundir com zelaia ), tenha em mãos uma fita métrica e sem pestanejar meça a sua inspiração e expiração anotando mentalmente cada milionésimo de segundo fora do compasso 4 por 2. É uma prática avançada mas a única que te leva à libertação de todos afazeres mundanos.

  2. Pingback: Meditação para iniciantes « Yoga em Ilhabela

  3. kkkkkkkkkkkkkk. Muito bem elaborado!
    Muito sarcástico, até achava que tinha sido o Monge Shankar que
    havia escrito este artigo. rsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s